Blog voltado para a divulgação da Aviação Comercial, Militar e Civil, mostrando através de textos informativos e
fotos, as aeronaves, suas histórias e curiosidades, Operações Militares, Eventos Aeronáuticos e muito mais!

Seja bem-vindo a bordo!!!

terça-feira, 10 de novembro de 2020

EXOP Tínia 2020: FAB realiza treinamento no Sul do país


Crédito da imagem: FAB

Entre os dias 5 e 27 de novembro, as Alas 3 e 4, respectivamente localizadas em Canoas e Santa Maria, no Rio Grande do Sul estão sediando o Exercício Operacional (EXOP) Tínia. Cerca de 400 militares e mais de 35 aviões e helicópteros, procedentes de diversas regiões do país, estão diretamente envolvidos no treinamento. Entre as aeronaves participantes, estão os caças F-5EM/FM Tiger II, A-1AM/BM e A-29A/B Super Tucano, os aviões de Reconhecimento e Vigilância R-35 Learjet e E-99, de Transporte e Reabastecimento em Voo C/KC-130M Hércules, KC-390 Millenium, C-99 e C-105 Amazonas, além de helicópteros H-60L Black Hawk. O Exercício é organizado e coordenado pelo Comando de Preparo (COMPREP) e visa sobretudo o contínuo adestramento dos pilotos, equipes de apoio e demais contingentes envolvidos, garantindo a capacitação operacional e a prática de ações de mobilidade, interoperacionalidade e de pronta-resposta em qualquer situação, dentro do território nacional, que se fizer necessária o emprego dos meios aéreos e terrestres da FAB. Nas palavras do Diretor do Exercício (DIREX), Brigadeiro-do-Ar Mauro Bellintani, "O objetivo do exercício é manter a operacionalidade da Força e de seus Esquadrões Aéreos, assim como dos Controladores de Tráfego Aéreo, dos Grupos de Defesa Antiaérea e de Comunicações e Controle. E todo treinamento de grande porte se torna desafiador, pois nos exige competências diferenciadas no adestramento de todas as nossas capacidades".

Caça Northrop F-5EM Tiger II do Esquadrão Pampa decola da Ala 3 em Canoas/RS para mais uma missão. Crédito da imagem: FAB

Além das Unidades Aéreas, participam também do exercício, o Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA II), o Primeiro Grupo de Comunicações e Controle (1º GCC), Grupos de Defesa e Artilharia Antiaérea da FAB (1º, 2º e 3º GDAAE) e do Exército Brasileiro (3º GAAAE). Todo este aparato, envolvendo aeronaves, sistemas de controle e detecção e artilharia antiaérea, tem o objetivo de simular um ambiente de guerra aérea convencional, também chamada de guerra regular, onde duas nações ou alianças de países disputam o controle de um determinado território. O Exercício segue os padrões internacionais utilizados em treinamentos deste porte e natureza, ou seja, envolvendo o emprego de "pacotes" com diversos tipos de aeronaves diferentes cumprindo uma mesma tarefa, com os cenários e níveis de complexidade crescendo a cada dia, englobando a realização de missões de Escolta, Reconhecimento Aéreo, Controle e Alarme em Voo, Ataque, Varredura, Reabastecimento em Voo, Posto de Comunicação no Ar, Defesa Aérea, Defesa Antiaérea e Transporte Aéreo Logístico.

Um dos recém-incorporados Embraer KC-390 Millenium, prestando apoio logístico ao treinamento. Crédito da imagem: FAB

C-130M Hércules na Ala 4 em Santa Maria/RS. Crédito da imagem: FAB

Este ano, além dos desafios inerentes à organização de uma operação desta envergadura, o momento atual de pandemia e de emergência sanitária por que passa o Brasil e o Mundo exigem uma grau a mais de cuidados e atenção de todos, nesse sentido, com relação às regras adotadas durante o treinamento, a Capitão-Médica Tatiana Gama e Silva esclarece, “O plano está sendo gerenciado pelo Hospital de Aeronáutica de Canoas e pelo Esquadrão de Saúde de Santa Maria. Todos os participantes de fora do estado realizaram o exame para COVID antes do deslocamento e, durante o Exercício, respeitarão os protocolos de higienização, monitoramento de temperatura, distanciamento e utilização de Equipamentos de Proteção Individual, entre outras medidas”.

Clique sobre a imagem acima e assista ao vídeo institucional do treinamento.

Esta é a segunda vez que a FAB realiza o Exercício Operacional Tínia. A primeira edição ocorreu entre 18/11 e 3/12 do ano passado, também tendo Canoas e Santa Maria como sedes. A título de curiosidade, o nome do exercício é uma referência à mitologia etrusca, sendo Tínia ou Tin, o deus dos céus, assim como Zeus ou Júpiter, comandando trovões e relâmpagos. O blog Aviação em Floripa gostaria de agradecer ao Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (CECOMSAER) pelas imagens e informações que compõem esta matéria.


5 comentários:

Luciani Capistrano Duarte disse...

Muito interessante!!!
Mais uma excelente história!!!

Vito Cedrini disse...

Excelente. Gostei muito !

pampa14 disse...

Obrigado, infelizmente não pude estar presente ao exercício, gosto de fazer matérias autorais, mas desta vez não foi possivel.

MARCOS ANTONIO disse...

Excelente, será divulgado....

pampa14 disse...

Agradeço o apoio.

Postar um comentário