Blog voltado para a divulgação da Aviação Comercial, Militar e Civil, mostrando através de textos informativos e
fotos, as aeronaves, suas histórias e curiosidades, Operações Militares, Eventos Aeronáuticos e muito mais!

Seja bem-vindo a bordo!!!

segunda-feira, 27 de julho de 2020

Um clique curioso #13


Esta matéria é parte integrante de uma série de fotos especialmente escolhidas em nosso acervo fotográfico analógico e digital, trazendo algum tipo de curiosidade, raridade ou informação histórica a respeito destas imagens, seja acerca da aeronave em si ou um fato ou história relacionados a ela. Semanalmente, às segundas e quintas, publicaremos uma destas fotos, junto com um pequeno texto explicativo sobre a mesma. Informamos que a preocupação aqui não é com a qualidade em si da imagem, mas com o seu resgate histórico, tendo ainda o objetivo de auxiliar na preservação de uma parte da memória e da cultura aeronáutica brasileira. Seja muito bem vindo(a) a bordo e boa leitura!


Northrop F-5E/F Tiger II, FAB 4867/4807/4873, Base Aérea de Canoas, Outubro de 2003.

A Expoaer da Base Aérea de Canoas (atualmente Ala 3), sempre foi um dos principais e mais tradicionais eventos aeronáuticos brasileiros. Realizada geralmente no dia 12 de outubro, faz inclusive parte do calendário oficial de eventos do município gaúcho, localizado na região metropolitana de Porto Alegre. Para quem teve a oportunidade de visitar as edições mais antigas da Expoaer deve se lembrar que o hangar utilizado pelo Primeiro Esquadrão do Décimo Quarto Grupo de Aviação (1º/14º GAv) permanecia aberto à visitação. No seu interior era comum sempre ver algumas aeronaves Northrop F-5E/F Tiger II do Esquadrão Pampa semi-desmontadas em diferentes estágios de manutenção, um verdadeiro tesouro para qualquer aficcionado por Aviação Militar.

Northrop F-5E Tiger II, FAB 4863, Base Aérea de Canoas, Outubro de 2003. Observe a antena do radar Emerson Electric AN/APQ-159V5.

Seção traseira da fuselagem aberta mostrando o berço dos motores General Electric J-85.

Assim como nossos carros, os aviões e helicópteros também necessitam de revisões regulares. Na aviação elas são chamadas de Check, sendo classificadas em quatro níveis de acordo com a sua complexidade, recebendo as letras de A até D, nesta última, a aeronave é completamente desmontada e todos os seus componentes e estruturas são minuciosamente analisados. Se no automóvel o fator determinante para a revisão é a quilometragem, na aviação, quem determina este momento são as horas de voo. Na estrutura da Força Aérea Brasileira os locais dessas grandes inspeções são chamados de Parque de Manutenção Aeronáutica (PAMA) e atualmente existem três deles, localizados em Lagoa Santa/MG, Galeão/RJ e São Paulo/SP. Cada um deles atende um conjunto específico de aeronaves do inventário da FAB, sendo o de São Paulo o responsável pela frota de F-5, além de todos os modelos de helicópteros operados pela FAB e futuramente também realizará a manutenção do novo caça da Força Aérea Brasileira, o F-39 Gripen. 








0 comentários:

Postar um comentário