Blog voltado para a divulgação da Aviação Comercial, Militar e Civil, mostrando através de textos informativos e
fotos, as aeronaves, suas histórias e curiosidades, Operações Militares, Eventos Aeronáuticos e muito mais!

Seja bem-vindo a bordo!!!

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Oito motores espanhóis sobre Florianópolis




Uma imagem curiosa chamou a atenção no início da manhã desta sexta-feira (01/07). Dois quadrirreatores Airbus A340 da companhia aérea espanhola Iberia cruzaram ao largo da Ilha de Santa Catarina praticamente alinhados verticalmente com uma separação de 2000 pés (cerca de 600 metros) entre eles. Para quem não está acostumado com as regras do tráfego aéreo pode imaginar uma distância perigosa, mas tudo está de acordo com a segurança de voo.

Desde 2005 todas as aeronaves voando entre os Níveis de Voo (Flight Levels) FL 290 a 410 sobre as Américas ou Caribe estão autorizadas a apresentar uma separação mínima de 1.000 pés (aproximadamente 300 metros) entre elas. Denominada de RVSM (Separação Vertical Mínima Reduzida), isso foi possível graças à precisão dos aviônicos a bordo das aeronaves mais modernas. Ainda de acordo com as regras de voo e por convenção, os aviões seguindo no sentido Sul voam em altitudes pares e no sentido contrário, seguem em Níveis de Voo ímpares. 

A imagem acima mostra a separação e os sentidos obrigatórios das aeronaves num espaço aéreo do tipo RVSM. Fonte: http://www.boldmethod.com/learn-to-fly/airspace/what-is-rvsm/


Na imagem capturada no site Flightradar24 no início desta manhã é possível ver um Airbus A340-642 da Ibéria cruzando a 34.000 pés (FL 340, 10.363 m), procedente de Madri e com destino a Buenos Aires. Logo acima, voando a 36.000 pés (FL 360, 10.972 m), outro Airbus A340 da mesma companhia, porém da subvariante -313 e com destino a Montevidéu. Mais atrás, voando a 38.000 pés (FL 380, 11.582 m), ainda é possível visualizar um Boeing 777-228(ER) da Air France, vindo de Paris e também com destino à capital argentina. Durante o dia e a noite, muitas aeronaves de grande porte (chamadas de widebodies), comumente Boeing 777 e Airbus A330 e A340 procedentes da Europa e com destino aos aeroportos internacionais de Montevidéu e Buenos Aires e vice-versa, utilizam o espaço aéreo sobre a capital catarinense como rota (umas mais frequentes e outras mais esporádicas) entre elas, podemos citar a Iberia, Air France, Alitalia, Air Europa, KLM, Lufthansa, Tursish Airlines, British Airways, Emirates e Aerolíneas Argentinas, tornando um atrativo a mais para quem gosta de observar aviões, sobretudo nos meses de inverno e com céu claro, quando os rastros de condensação dos motores riscam com mais nitidez o céu sobre a Ilha da Magia.


0 comentários:

Postar um comentário