Blog voltado para a divulgação da Aviação Comercial, Militar e Civil, mostrando através de textos informativos e
fotos, as aeronaves, suas histórias e curiosidades, Operações Militares, Eventos Aeronáuticos e muito mais!

Seja bem-vindo a bordo!!!

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

"Mad Dog" em Florianópolis






Nesta terça-feira (06/01) a companhia aérea argentina Andes Líneas Aéreas iniciou suas operações diurnas de voos charters (fretados) de passageiros para Florianópolis. Durante o mês de janeiro, serão quatro voos, sempre às terças-feiras, ligando a cidade de Salta (SLA/SASA), no noroeste da Argentina, à capital catarinense (FLN/SBFL), através do voo ANS 0600, realizado na data de hoje pelo MD-83 com a matícula LV-CCJ (c/n 49621). Ciente da chegada desta fantástica aeronave a Florianópolis, não poderíamos deixar de registrá-la, sendo assim, o blog Aviação em Floripa compareceu ao Aeroporto Internacional Hercílio Luz e traz aos seus leitores a matéria abaixo, com algumas informações e fotos.


Chegada do MD-83 a Florianópolis.


Fundada em 2005, a Andes Líneas Aéreas nasceu com o objetivo de oferecer uma maior oferta de voos entre a cidade de Salta, sua base de operações, e Buenos Aires, preenchendo a lacuna deixada pela extinta Dinar Líneas Aéreas, companhia aérea que também tinha sua sede no Aeroporto Martín Miguel de Güemes, em Salta. Atualmente a malha de voos regulares da empresa contempla as cidades de Salta, Buenos Aires e Puerto Madryn e, ocasionalmente opera voos charters para o Brasil. De forma a cumprir a sua demanda de voos, a Andes conta com uma frota de quatro aeronaves McDonnell Douglas MD-83, matriculadas LV-CCJ (c/n 49621), LV-WGM (c/n 49784), LV-BGV (c/n 49904) e LV-AYD (c/n 53015).





Fabricado pela McDonnell Douglas, o MD-83 faz parte de uma família de jatos comerciais bimotores, projetados a partir do desenho básico de seu antecessor, o DC-9, fabricado pela mesma empresa e considerado um dos maiores clássicos da aviação comercial. Originalmente chamado de DC-9-80 ou DC-9 Super 80, a série MD-80 teve início com o MD-81, equipado com motores Pratt & Whitney JT8D-209, homologado em agosto de 1980. Em seguida o fabricante lançou a versão MD-82, com motores mais potentes e maior peso máximo de decolagem. O MD-83 foi um dos mais bem-sucedidos da série, com motores mais potentes (JT8D-219) e a adição de tanques auxiliares de combustível, que permitiram 35% a mais de autonomia de voo. A última variante da série foi o MD-88, que recebeu um cockpit mais moderno. Os aviões da série MD-80 também são conhecidos pelo curioso apelido de "Mad Dog" (cachorro louco, em português), numa alusão às inciais M e D, que passaram a designar todas as aeronaves da série.


McDonnell Douglas MD-83, um clássico da Aviação Comercial.



0 comentários:

Postar um comentário