Blog voltado para a divulgação da Aviação Comercial, Militar e Civil, mostrando através de textos informativos e
fotos, as aeronaves, suas histórias e curiosidades, Operações Militares, Eventos Aeronáuticos e muito mais!

Seja bem-vindo a bordo!!!

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Expoaer 2012: O Esquadrão de Demonstração Aérea





O Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), mais conhecido por boa parte da população brasileira pelo carinhoso apelido de Esquadrilha da Fumaça, mais uma vez abrilhantou com sua presença a Expoaer da Base Aérea de Canoas (BACO), localizada na região metropolitana de Porto Alegre (RS).


 Aeronaves alinhadas prestes a iniciar o táxi para a pista de decolagem

Emblema do Esquadrão de Demonstração Aérea 

Emblema comemorativo de 60 anos

Passagem sobre a Base Aérea

Com sede na Academia da Força Aérea (AFA), localizada na cidade de Pirassununga (SP), o EDA é composto por um quadro de 13 pilotos, mecânicos e equipe de apoio administrativo, além de um Oficial Médico e um Oficial de Comunicação Social, sendo que estas funções são atualmente ocupadas por mulheres. Para ser tornar um “fumaceiro”, como são conhecidos os pilotos da Esquadrilha da Fumaça, o candidato deve pertencer à Força Aérea Brasileira e ter um mínimo de 1.500 horas de voo, com pelo menos 800 horas destas, na função de Instrutor de Voo na própria AFA. Além disso, precisa ser aprovado por unanimidade por um Conselho formado por todos os pilotos do EDA, onde são avaliados seus aspectos técnicos e psicológicos. Cada piloto permanece em torno de 2 a 3 anos no Esquadrão, garantindo assim a oportunidade para que outros tenham a chance de realizar o sonho de voar na Fumaça.





Os Pilotos: as estrelas da festa


Os Anjos da Guarda: sempre zelosos, são a garantia do espetáculo

O tripé formado pelo profissionalismo de seus integrantes, o arrojo e o sincronismo de suas manobras e o belo padrão de pintura das suas aeronaves, baseado nas cores do pavilhão nacional, sempre atrai um grande público para as apresentações da Esquadrilha da Fumaça. Em Canoas não foi diferente, o dia de sol levou mais de 50 mil pessoas à Base Aérea, e, para quase todos os presentes, a grande expectativa era pela exibição das sete aeronaves, marcada para o período da tarde.


As duas pontas da Esquadrilha, o Fumaça #1 (Líder) e o #7 (Isolado)

Embora boa parte do público talvez não soubesse, a apresentação deste ano foi histórica, pois, provavelmente foi a última vez que os T-27 Tucanos realizaram uma demonstração em Canoas. Após quase trinta anos de atividade na Unidade, decidiu-se pela substituição da aeronave. A partir do ano que vem, o novo vetor da Esquadrilha da Fumaça será o A-29 Super Tucano.

T-27 Tucano pronto para o espetáculo

 Retorno das aeronaves ao pátio da Base Aérea de Canoas e...

... Fumaça Já!!!

Também fabricado pela Embraer, o A-29 Super Tucano é um avião de ataque leve e treinamento avançado, utilizado na FAB em missões de patrulhamento das fronteiras oeste e norte do território brasileiro com o objetivo de coibir a entrada de voos ilícitos com mercadorias contrabandeadas ou drogas. Também é usado em Natal (RN), na instrução dos futuros pilotos de caça da Força Aérea Brasileira. Como seu antecessor, certamente continuará cumprindo com eficiência uma das missões da Esquadrilha da Fumaça, que é a de promover a excelência e a engenhosidade dos aviões produzidos pela indústria nacional.

O show já inicia com a decolagem das sete aeronaves em formação

Duas aeronaves já foram recebidas e, até o ano que vem a dotação do Esquadrão estará completa e a equipe treinada, devendo a primeira apresentação pública, ocorrer em Brasília (DF), no Desfile de 7 de Setembro do próximo ano.

Aeronave precursora, que atua também, em caso de pane, como reserva

Mais potente e mais rápido, a grande expectativa de todos é pelo novo conjunto de manobras que o Super Tucano realizará. Dentre elas, uma das mais aguardadas, é o possível retorno da manobra conhecida por Lancevak. Inventada por um piloto tcheco, o avião sobe na vertical, gira sobre seu próprio eixo de três a quatro vezes e depois retorna a sua condição de voo normal. O T-27 Tucano a executava em suas apresentações, entretanto, por exigir demais da estrutura da aeronave, principalmente da hélice, ela foi retirada do conjunto de demonstração.

Lancevak - Aeroshow (Joinville/SC) - 10/05/1998

Com 60 anos de história e mais de 3.500 demonstrações realizadas no Brasil e exterior, o Esquadrão de Demonstração Aérea prepara-se agora para ingressar em uma nova fase de sua trajetória. A implantação da nova aeronave exigirá muito de todos, porém, o profissionalismo e a dedicação inerentes aos integrantes da Unidade, certamente minimizarão as dificuldades. Muito em breve, será possível olhar para cima novamente e ver as aeronaves da Esquadrilha da Fumaça riscando os céus, continuando a elevar com orgulho e maestria as cores de nossa bandeira e o nome da Força Aérea Brasileira.

Para maiores informações, acesse a página oficial da Esquadrilha da Fumaça:

http://www.esquadrilhadafumaca.com.br/


As aeronaves da Esquadrilha da Fumaça


Fumaça #1 - FAB 1327 - Posição de voo: Líder






Fumaça #2 - FAB 1434 - Posição de voo: Ala Direita






Fumaça #3 - FAB 1435 - Posição de voo: Ala Esquerda






Fumaça #4 - FAB 1358 - Posição de voo: Ferrolho






Fumaça #5 - FAB 1331 - Posição de voo: Ala Esquerda Externa






Fumaça #6 - FAB 1360 - Posição de voo: Ala Direita Externa






Fumaça #7 - FAB 1308 - Posição de voo: Isolado







A apresentação da Esquadrilha da Fumaça em fotos:








































0 comentários:

Postar um comentário